KAVITA KANESH

A grávida viajava com a família a pé entre duas cidades indianas.

Uma mulher grávida que viajava a pé com a família entre duas cidades indianas deu à luz durante o percurso e continuou a caminhar por mais 160 quilómetros com o recém-nascido. Uns dias mais tarde foi parada num posto de controlo fronteiriço, onde acabou por receber ajuda.

A mulher, cuja identidade é desconhecida, viajava a pé com o marido e os seus quatro filhos. Partiram da cidade de Nashik, no estado indiano de Maharashtra, com destino a Satna, uma cidade no estado de Madhya Pradesh, locais separados por mais de mil quilómetros.

Durante o percurso, no dia 5 de maio, a mulher que estava grávida parou para dar à luz a filha. Descansou duas horas e voltou a fazer-se ao caminho, tendo percorrido mais 160 quilómetros a pé com a recém-nascida, sem terem recebido quaisquer cuidados médicos.

Quatro dias depois a família chegou ao posto de controlo fronteiriço de Madhya Pradesh, onde um dos guardas os encaminhou para uma instalação onde ficaram em quarentena e acompanhados por profissionais de saúde.

A noticia continua na página seguinte